Novo emprego: saiba conquistar uma boa oportunidade

,

Entenda quais são os erros que colocam tudo a perder

O nervosismo e a ansiedade são companheiros fiéis dos candidatos a vagas de emprego.  E o resultado da presença desses sentimentos, geralmente, é a ocorrência de alguns deslizes que colocam tudo a perder. Um dos erros fatais na procura de um novo emprego, é a demonstração de descontentamento com empresas anteriores durante as entrevistas.

De acordo com Madalena Feliciano, especialista em transição de carreiras, da Outliers Careers, de São Paulo (SP), é muito importante manter a postura profissional e não achar que o entrevistador (por mais legal que seja!), é uma pessoa a quem você pode desabafar. “Essa técnica de descontração é muito usada para fazer o candidato se soltar. O problema é quando alguns se soltam demais. Quando perguntarem por que você saiu do emprego anterior, ou porque está buscando uma nova empresa, não prolongue muito a resposta e não entre em detalhes”, afirma.

“Todos nós já passamos por situações em que colegas de trabalhos e chefes de setor não eram tão legais assim, mas esses são nossos problemas pessoais com eles e ninguém mais precisa saber. Diga que houve conflito de interesses e horários ou que você está buscando novas experiências. E só”, recomenda Madalena.

Durante a entrevista é muito importante manter a postura profissional e não achar que o entrevistador é uma pessoa a quem você pode desabafar

A especialista cita que duas coisas podem acontecer se você falar mal do seu antigo chefe: o empregador pode acabar entendendo mais o seu antigo chefe e achar você incapaz de realizar tais atividades, ou achar que você fará o mesmo com a empresa dele quando sair. “De qualquer forma, não pega bem para o entrevistado. Passa a imagem de uma pessoa fofoqueira e sem ética, acima de tudo”, afirma.

E se você está infeliz com o atual emprego, não deixe que isso interfira nas suas escolhas. “A pressa de sair do emprego atual geralmente faz com que você atire para todos os lados e cometa o mesmo erro: se encontrar preso em uma empresa que não lhe agrada. Em situações como essa, a ansiedade e frustração não podem afetar o julgamento para a escolha de um novo emprego. Pelo contrário, se você já passou pela péssima experiência de trabalhar infeliz, preste bastante atenção e analise bem as empresas para as quais você está se candidatando. Pesquise!”, aconselha a gestora.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *